Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
Meu carrinho

Contos Fatais / As Forcas Estranhas

0 Opiniões

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Descrição Geral
As forças estranhas/ Contos fatais, de Leopoldo Lugones, oferece ao leitor brasileiro a oportunidade de entrar em contato com um dos maiores escritores argentinos, que, no Brasil, é seguramente mais conhecido de nome do que propriamente lido. Trata-se de dois livros importantes reunidos em um só volume, e traduzidos, respectivamente, por André de Oliveira Lima e Maria Paula Gurgel Ribeiro, e prefaciados por Miguel Dalmanori. Leopoldo Lugones foi um polígrafo que escreveu poemas, contos, ensaios, panfletos, romance. Um dos nomes centrais do modernismo argentino, em que se destacou principalmente como poeta, esse precursor de Borges foi também um importante contista, cujos textos foram reunidos a primeira vez em 1906 (As forças estranhas) e a segunda em 1924 (Contos fatais). E enquanto o primeiro está mais próximo do que se convencionou chamar de literatura fantástica (da qual Lugones é considerado o iniciador na literatura hispano-americana), o segundo pertence mais claramente à ficção científica. O que têm em comum é, em primeiro lugar, conterem algumas das histórias consideradas hoje entre as mais originais e mais clássicas de seus respectivos gêneros (como "Yzur", em que um pedagogo tenta fazer falar um chimpanzé partindo do princípio de que os macacos são descendentes involuidos dos homens); e em segundo lugar, certa temática lugoninana: "Os contos lugonianos recorrem sobretudo a duas classes de materiais. Por um lado, o interesse cultural por certas descobertas, fenômenos e novas teorias então em voga: os atrevimentos das ciências naturais e das investigações psiquiátricas, a divulgação da teoria evolucionista, as fantasias desorbitadas das ?ciências ocultas?, a difusão romanceada que os jornais davam às descobertas arqueológicas no Egito e outros rincões do Oriente. Por outro lado, e como o faziam todos os modernistas, Lugones utilizou mitos gregos, bíblicos ou lendários. Em conjunto, esses tópicos se tramam em uma narrativa que inventa novas e efetivas formas do acidente, quase sempre tensionando a intriga em torno da ominosa e ameaçante transgressão de um tabu". O resultado, conclui o prefaciador do volume, é que "os relatos de As forças estranhas e dos Contos fatais situam Lugones entre os escritores de sua época que sem dúvida ainda interpelam o leitor contemporâneo e conseguem capturar suas expectativas". Que o leitor contemporâneo brasileiro seja, portanto, devidamente capturado.
Ficha técnica
Código9788525046420
Código de barras9788525046420
Estoque0
Modelo8525046426
CategoriaContos e Cronicas
Comentários

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Produtos visitados